Arquivos da categoria ‘Cozinha’

24 maneiras de usar o sal de cozinha na limpeza

Postado em: 13/09/2014 às 18:03 por admin - Cozinha, curiosidades, dicas

Alguns dos produtos que costumam ser estocados no armário de comida também poderiam perfeitamente ser guardados no armário de produtos de limpeza. Vendidos a baixo custo, o vinagre, o limão e o bicarbonato de sódio estão entre os itens mais conhecidos que não podem faltar na cozinha e servem como aliados na hora da limpeza.

O que muita gente não sabe é que o sal, somado a esses produtos ou simplesmente diluído em água, também é um poderoso agente de limpeza. Usando o sal para limpar sua casa, você poupa seu bolso e a natureza de resíduos de produtos industrializados nocivos ao meio ambiente. Veja, a seguir, 24 receitas para usar o sal na limpeza diária de sua casa.

Sal puro

Algumas pitadas de sal de cozinha podem servir como desodorizadores eficientes ou evitar que manchas se fixem nos tecidos.
Para tirar o mau cheiro dos sapatos, especialmente dos tênis, coloque cerca de duas colheres de sal em cada pé e esfregue um pouco. Depois leve ao sol por 30 minutos.
O sal também pode ser usado para retirar o cheiro de cebola das mãos e das garrafas térmicas e “squeezers” que ficaram fechados por muito tempo. Basta aplicar uma quantidade suficiente de sal, esfregar um pouco e depois enxaguar.
Ferver o leite em vasilhames de alumínio deixa uma sujeira difícil de ser removida. Para facilitar sua tarefa, aplique um pouco de sal e deixe descansar por alguns minutos. Depois remova com uma esponja. A dica também é válida para ajudar na limpeza de ovos fritos que grudam nas frigideiras.
Logo depois de ter derramado alimentos gordurosos sobre tecidos, aplique um punhado de sal sobre a mancha para evitar que ela não se espalhe. O mesmo vale para acidentes com vinho sobre o sofá: aplique sal e deixe descansar por 15 minutos para que ele absorva o excesso da bebida.
Se tiver usado panelas de ferro para preparar alimentos gordurosos, polvilhe um pouco de sal, deixe descansar por alguns minutos e retire o excesso do sal com um papel toalha. Assim, a limpeza fica muito mais fácil. O sal também ajuda a retirar manchas escuras deixadas por chá e café nas xícaras de louça.

Sal + vinagre + farinha de trigo
Peças de decoração feitas de metal, estanho, bronze e cobre, bem como pias e maçanetas de portas podem ganhar brilho extra quando submetidas à limpeza com pasta de sal. Misture partes iguais de sal, farinha de trigo e vinagre e deixe de molho por três horas. Depois tire o sal com uma escova macia e passe um pano para lustrar.

Sal + amido de milho + água
O sal também pode poupar seu gasto com argamassa para tampar os indesejáveis buracos deixados pelos quadros. Isso porque uma pasta de partes iguais de sal, amido de milho e água é ideal para fechar buracos pequenos e rasos feitos nas paredes.

Fonte: bBEL

Receita de bolo de batata

Postado em: 27/08/2014 às 13:42 por admin - Cozinha, culinaria, curiosidades, dicas

Preparo: Rápido (até 30 minutos)

Rendimento: 6 porções
Dificuldade: Fácil
Categoria: Torta salgada e quiche
Calorias: 318 por porção

Ingredientes

· 2 pacotes de purê de batata prontos (à venda nos supermercados)
· 2 ovos
· 1/2 xícara (chá) de queijo ralado
· 200 g de presunto cozido
· 1 lingüiça-calabresa defumada
· 1 colher (café) de manjericão picado
· 1 colher (chá) de salsinha picada
· 100 g de bacon em cubinhos
· Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Prepare o purê conforme as instruções do fabricante. Retire do fogo e junte os ovos, 2 colheres (sopa) de queijo, o sal e a pimenta. Mexa bem e reserve. Triture o presunto em um processador com a lingüiça sem pele e tempere com o manjericão e a salsinha.

Em uma fôrma de aro removível forrada com papel-alumínio faça uma camada com metade do purê. Espalhe o recheio de presunto e aperte bem com as costas de uma colher. Cubra com a outra metade do purê e polvilhe a superfície com o bacon e queijo ralado restante. Leve ao forno médio preaquecido até começar a dourar ligeiramente.

Dica: O resultado será o mesmo se você usar purê de batata caseiro.

Por que se usa sal, açúcar e água na preparação do soro caseiro?

Postado em: 16/07/2014 às 12:48 por admin - Cozinha

A receita é simples: 1 litro de água, 2 colheres (sopa) de açúcar, e 1 colher (chá) de sal. Quando se tem uma infecção intestinal o corpo perde grande quantidade de água, causando tamanha desidratação que pode levar à morte, principalmente crianças. O segredo da eficácia do soro é que sua composição simula o líquido que temos dentro do organismo. “Esse líquido é composto de água, mais sódio e glicose – elementos presentes, respectivamente, no sal e no açúcar. Assim, o soro caseiro equilibra o meio interno simulando o que acontece dentro do corpo”, diz o pediatra Adalberto Stape. A glicose é uma fonte energética que auxilia a absorção do sal, cuja composição atrai as moléculas de água, fazendo com que ela se mantenha dentro dos vasos.

Sal e açúcar são, portanto, como portas de entrada da água nas células do organismo. “Sem a mistura, a ingestão da água pura não hidrata, pois o corpo não consegue reter o líquido”, afirma o pediatra Luiz Afonso Mariz.

RECEITA DO SORO CASEIRO

1 litro de água filtrada

2 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (chá) de sal

Rendimento: 4 copos

 

Benefícios do Sal

Postado em: 25/06/2014 às 13:57 por admin - Cozinha
Na medida certa: utilize o sal para seu benefício

Quem não gosta de uma comida com um tempero mais apurado, que faça com que tenhamos água na boca ao sentir o aroma de determinado prato?

Para este um sabor mais apurado, geralmente o sal é um dos componentes mais utilizados. Apesar de ser essencial para saúde, pois auxilia na manutenção do equilíbrio hídrico e o funcionamento regular das células, é importante consumir com moderação. Para falar sobre isso, o Portal De Bem com a Vida ouviu a nutricionista Maristela Bassi Strufaldi, educadora em Diabetes pelo International Diabetes Federation/ Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e Associação Diabetes Brasil (ADJ).

Portal De Bem com a Vida: Qual a importância do sal de cozinha para a nossa saúde?

O sal de cozinha é composto por 40% de sódio, um nutriente essencial para nosso organismo, o qual contribui para a regulação osmótica dos fluídos e atua na condução de estímulos nervosos e na contração muscular. Entretanto, seu consumo excessivo está associado ao desenvolvimento da hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e renais e outras doenças que estão entre as primeiras causas de internações e óbitos no Brasil e no mundo.

Portal De Bem com a Vida: Qual é a quantidade recomendável por dia?

De acordo com o Guia Alimentar da População Brasileira e a Organização Mundial da Saúde, o consumo máximo de sal por dia não deve ultrapassar 5g, o que equivale à 2000mg de sódio / dia. Em medida caseira, isso representa uma colher de chá de sal. É importante lembramos que os alimentos que consumimos possuem o sódio intrínseco, já presente nos alimentos, sem ter adicionado sal propriamente dito.

Via: www.portaldebemcomavida.com.br

 

Cores e tipos de sal

Postado em: 21/05/2014 às 12:46 por admin - Cozinha, curiosidades, dicas


O que confere a coloração diferenciada no sal são argilas, lavas e algas das lagoas de evaporação. Elas são acrescentadas deliberadamente ao sal. No Havaí, por exemplo, o sal negro tem esta cor por causa da lava preta e os vermelhos devido à argila vermelha adicionadas ao cloreto de sódio. No sal rosa do Himalaia, a coloração se deve aos minerais presentes, como ferro e manganês. Consequentemente, o sabor é de lava, argila, alga ou minerais. No defumado, a fumaça fria proveniente da queima de madeira (na França, em alguns casos, de barris utilizados na produção de vinhos) é o que confere o novo sabor e coloração ao sal. Deve-se provar para saber se estes sabores diferenciados agradam.

Em relação à flor de sal, o sabor é diferente? Vamos lá: o sabor consiste em cheiro, gosto e textura. Como o sal não tem cheiro, eliminamos este item. Sobram textura e gosto, e isto realmente muda a percepção do sabor. Ao salpicar uma salada com flor de sal, que invariavelmente tem grãos maiores que o sal refinado, uma explosão de sabor é identificada em algumas garfadas, o que confere uma experiência diferenciada no paladar. “O grão da flor de sal causa um atrativo aspecto visual ao alimento e, mais ainda, por proporcionar uma textura crocante na mastigação quando adicionado após o preparo do prato. Isso acontece porque são utilizados apenas os cristais retirados da camada superficial das salinas, onde se formam os grãos translúcidos. Mas vale uma ressalva: ele possui 10% a mais de sódio do que o sal refinado”, diz Daniel.

Os diversos tipos de uso para o sal definem a oferta de diferentes granulações do produto. Para o drink marguerita, com cristais de sal na borda da taça, é preciso um sal um pouco grosso, que consiga grudar na taça específica para este fim. Já para a pipoca do cinema, é exatamente o contrário: um grão muito fino é o ideal, para que ele penetre nas frestas e salgue nosso delicioso milho espocado. No churrasco, um sal bem grosso que seja fácil de grudar nas carnes cruas e simples de retirar após o preparo.

 

 

 

Batata Rústica – assada com alecrim e sal grosso

Postado em: 30/04/2014 às 12:36 por admin - Cozinha, culinaria, dicas

• Ingredientes

4 batatas

4 ramos de alecrim

2 colheres (sopa) de azeite

sal grosso e pimenta-do-reino a gosto

• Modo de Preparo

1. Preaqueça o forno a 200 °C (temperatura média). Lave e seque bem as batatas e os ramos de alecrim.

2. Numa tábua, corte as batatas em gomos: sempre no sentido do comprimento, vá cortando em metades até formar gomos na espessura que desejar. No Panelinha, gostamos deles mais gordinhos!

3. Transfira os gomos para uma panela, cubra com água e tempere com uma colher (chá) de sal (comum ou grosso). Leve ao fogo alto e, quando água começar a ferver, deixe cozinhar por 6 minutos.

4. Retire do fogo e escorra a água e deixe as batatas no escorredor por alguns minutos.

5. Transfira para uma assadeira (de preferência antiaderente), adicione os ramos de alecrim e regue com o azeite.

6. Tempere com sal grosso e pimenta-do-reino moída na hora. Leve ao forno preaquecido para assar por 40 minutos.

7. Retire do forno e, com ajuda de uma espátula, com cuidado solte as batatas da assadeira. Sirva imediatamente.

• Opcional

Quem gosta de alho pode experimentar colocar dentes inteiros, com ou sem casca, para assar com as batatas.


Sal no chá dos ingleses

Postado em: 08/01/2014 às 10:00 por admin - Cozinha

O chá rendeu riquezas para a Inglaterra, mas também deu-lhe dor de cabeça. No século XIX, mais da metade da Índia era governada pela East India Company, empresa a quem o governo britânico delegava autoridade total. Entre outros desmandos, os lucros do sal produzido na região se destinavam única e exclusivamente aos ingleses.

O ativista indiano Mahatma Gandhi resolveu, então, liderar uma campanha pela independência – e o sal acabou se tornando um dos pretextos para a união do povo dominado. Afinal, todos comiam sal, independentemente da casta de origem. A única exceção era o próprio Gandhi, que se abstinha do tempero havia seis anos em sinal de rebeldia.

Ele teve a idéia de liderar uma caminhada com 78 seguidores para coletar sal de uma mina. Foi uma clara manifestação de desobediência à lei dos ingleses, os únicos que podiam coletar e manipular o produto. Para Ghandi, o simples gesto de tocar em sal quebraria simbolicamente o monopólio inglês.

Depois de 25 dias de caminhada, o mártir hindu já era seguido por milhares de pessoas. Ao chegarem ao destino, elas seguraram o sal entre os dedos e foram presas, o que só alimentou a revolta popular. Em uma semana, o movimento ganhou dimensão nacional e o sal pôde ser vendido abertamente nas ruas.

A pressão continuou até que os indianos do litoral ganharam autorização para coletar sal – desde que para uso próprio. Quando os ingleses propuseram sentar à mesa e selar o acordo com chá, Gandhi, vitorioso, aceitou. Mas pediu sua bebida com água, limão e… uma pitada de sal.

Via Superinteressante

Sal saborizado com cebola

Postado em: 30/10/2013 às 10:00 por admin - Cozinha

 

sal-saborizado

Ingredientes:

Aprox. 100g de sal grosso

Cascas de quatro cebolas

Durante a semana, guarde as cascas das cebolas que for usando. Aquelas bem finas e marrons que protegem a cebola. Coloque em um tabuleiro e deixe no forno quente por alguns minutos, para deixar a casca bem quebradiça e seca. Deixe esfriar, coloque no liquidificador e acrescente 50g de sal grosso. Bata com o pulsar até o sal ficar bem fino e as cascas começarem a desmanchar. Acrescente mais 50g e bata no pulsar novamente. Faça isso até que o sal esteja completamente fino e que as cascas estejam com pedaços bem pequenos. A quantidade de sal vai variar se você gosta muito ou pouco gosto de cebola.

Esse sal é ótimo para temperar arroz, feijão, sopas, carnes…  As casquinhas somem na hora que você usa e deixa um aroma gostoso. É muito bom também para fazer temperos para saladas.

Via http://escrevendoabobrinhas.com

Sal Grosso – Descubra por que o alimento é o preferido para o churrasco

Postado em: 18/06/2013 às 19:29 por admin - Cozinha, curiosidades, dicas, Refimosal, sal

Reconhecido desde o início dos tempos por suas qualidades de conservação, o sal tornou-se para a humanidade algo necessário à vida cotidiana e, por isso, um alimento de grande simbolismo. Em línguas primitivas, como a assíria, a bela expressão “homem do meu sal” significava amigo, já indicando a sua importância no imaginário dos humanos.

O sal marinho, em sua versão refinada, é o mais utilizado nas cozinhas, e o grosso é o soberano das churrascarias e churrasqueiras domésticas. Mistura de cloreto de potássio, magnésio, sulfato de cálcio, iodo e micropartículas orgânicas, é encontrado nos oceanos e recolhido nas salinas ou em locais subterrâneos e fossilizados, banhados pelo mar em épocas remotas.

Mas por que o sal grosso é o preferido para o churrasco? Na origem, era mais fácil para ser levado pelos peões nos pampas, já que o sal fino podia melar no lombo dos cavalos. Ao aspecto prático, soma-se a vantagem de que ele não salga em demasia, apenas o necessário na superfície, podendo ter o excesso retirado. O sal fino, ao penetrar mais profundamente na carne, atrai os sucos para fora, deixando-a ressecada por dentro. Portanto, todos os motivos fazem do sal grosso e seu gosto fundamental um verdadeiro amigo. Desde o tempo dos assírios.

 

via Casa & Jardim

Receita de bolo de batata

Postado em: 22/11/2012 às 13:36 por admin - Cozinha, culinaria, curiosidades, dicas, Receitas

Preparo: Rápido (até 30 minutos)

Rendimento: 6 porções
Dificuldade: Fácil
Categoria: Torta salgada e quiche
Calorias: 318 por porção

Ingredientes

· 2 pacotes de purê de batata prontos (à venda nos supermercados)
· 2 ovos
· 1/2 xícara (chá) de queijo ralado
· 200 g de presunto cozido
· 1 lingüiça-calabresa defumada
· 1 colher (café) de manjericão picado
· 1 colher (chá) de salsinha picada
· 100 g de bacon em cubinhos
· Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Prepare o purê conforme as instruções do fabricante. Retire do fogo e junte os ovos, 2 colheres (sopa) de queijo, o sal e a pimenta. Mexa bem e reserve. Triture o presunto em um processador com a lingüiça sem pele e tempere com o manjericão e a salsinha.

Em uma fôrma de aro removível forrada com papel-alumínio faça uma camada com metade do purê. Espalhe o recheio de presunto e aperte bem com as costas de uma colher. Cubra com a outra metade do purê e polvilhe a superfície com o bacon e queijo ralado restante. Leve ao forno médio preaquecido até começar a dourar ligeiramente.

Dica: O resultado será o mesmo se você usar purê de batata caseiro.